• Aimée Rissi

5 Dicas para Organizar as Finanças do seu Negócio

Em nossos Negócios temos tantas metas a serem batidas, tantas tarefas a serem cumpridas, tantos compromissos, tantos detalhes, que muitas vezes não conseguimos nos dedicar às Finanças. Procrastinamos por motivos como os que acabei de citar e não nos investimos tempo a elas.



Gosto sempre de falar nas palestras e aulas que ministro que as Finanças da empresa é como o nosso coração. Se ele parar, o corpo parará também. Assim, se você não tomar atitudes para organizar a área financeira do seu negócio, ele morre! E claro que trabalhamos com muita dedicação todos os dias para que a nossa empresa seja saudável e que cresça! Concorda comigo?


Com a finalidade de evitar que seu Negócio entre no “vermelho” e suas contas fiquem desequilibradas, compartilharei logo abaixo 5 dicas para você começar de uma vez por todas a olhar mais de perto para o “coração da sua empresa”:


1) Avalie a Situação Atual da sua Empresa: Esta é uma etapa que você deverá ser honesta (o) consigo mesma (o). Faça o levantamento da sua ação real de sua empresa, sendo muito realista. Procure entender com detalhes o seu faturamento, as suas despesas, se está tendo lucro ou não, quais os períodos do ano você vende mais, gasta mais etc.


2) Separe as Finanças Pessoais das Finanças do seu Negócio: Esta dica é uma das mais importantes que você possa receber sobre este assunto. Saiba exatamente quais são as despesas que são da Pessoa Física e da Pessoa Jurídica e separe-as o quanto antes! JAMAIS mantenha estas despesas mistudadas. Jamais! E é essencial você saber de uma informação: O caixa da sua empresa não é Caixa Eletrônico! Não faça retiradas para seu uso pessoal com o dinheiro da sua empresa sem planejamento. Isso é um crime!!! Muitos empreendedores e empresários erroneamente misturam e por não terem a clareza do que é gasto pessoal com o gasto de seu Negócio, não conseguem identificar o quanto a empresa arca com suas despesas e acreditam, inclusive, que não recebem NADA! A partir do momento que fizer esta separação conseguirá formar o seu prolabore e tê-lo com uma despesa da empresa. Após separar as contas e identificar o quanto a empresa deverá pagar, defina as datas da transferência para receber este prolabore. Desta forma, terá ciência do quanto os seus gastos impactam em sua empresa.


3) Planeje e Crie suas Metas Pessoa Jurídica (PJ): O planejamento é essencial para o crescimento de sua empresa e para ter clareza de onde deseja chegar. Seja claro (a), específico (a) e realista com as metas do seu Negócio. Saiba exatamente o que deseja fazer, trace o tempo que serão realizadas, quanto custará e coloque a importância destas metas. Com isso formado, será mais estimulante fazer as usas contas, pois será o primeiro passo para a sua realização. Elas deverão ser atingíveis, possíveis de serem realizadas. Atente-se SEMPRE em observar as pequenas vitórias e avanços mesmo que sejam pequenas ou poucas. Comemore cada uma delas quando forem conquistadas!


4) Crie ações para avaliar seu Faturamento: Esteja sempre atenta (o) ao preço de todos os seus produtos! Para isso, avalie cuidadosamente os seguintes critérios para analisar se seus preços estão ou não defasados, tais como: o preço de compra dos produtos, verificar se despesas como os impostos estão embutidos no preço do produto; se tem comissão para cada venda; custos como as embalagens e se há a necessidade de contratação de mão de obra especializada. Estes itens impactam diretamente nas receitas e despesas de sua empresa. Portanto tome muito cuidado na hora de precificar para não perder lucro e/ou ter prejuízos.


5) Tenha uma Agenda e Trate de Cumpri-la: Não adiantará nada preparar a mente para cuidar do Dinheiro da sua empresa, acreditar que vai conseguir e não tomar uma atitude. Após trabalhar suas crenças, examinar seus sonhos, coloca-los em metas e planejar de forma específica, Entre em AÇÃO! E a ação somente virá quando você tiver tempo de dedicação a esta área tão importante de seu negócio. Por isso, reserve tempo para fazer as contas. Monte com cuidado uma agenda e faça com que seja cumprida.

Todo o trabalho que tem é para fazer seus Negócios crescerem. É sempre desafiador, porém quando as Finanças estão em dia, organizadas, fica mais fácil e claro entender quais ferramentas usará para esse crescimento. Pense bem nisso.


Beijos e até mês que vem...


Aimée Rissi

Educadora e Organizadora Financeira

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo